AgronegóciosEditais - Eleições 2020EducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
EM GUARAPUAVA

Vizinhos acionam a PM ao ouvir mulher pedindo socorro dentro de apartamento no Boqueirão

Caso aconteceu na noite dessa quarta (14)

quinta-feira, 15 de abril de 2021 - 12:07:00

A Polícia Militar (PM) foi acionada para anteder uma ocorrência, na noite dessa quarta feira (14 de abril), após vizinhos denunciarem que uma mulher estaria dentro de um apartemento pedindo por socorro. O caso aconteceu no bairro Boqueirão, em Guarapuava.

Ao chegar no local a equipes policiais foram recebidas pela vítima, de 22 anos, que em primeiro momento pediu para que as viaturas se retirassem, porque tratava- se apenas de uma discussão entre cônjuges, no momento em que os vizinhos escutaram a fala dela, vieram até as equipes e relataram que é corriqueiro ela ser agredida pelo cônjuge, de 53 anos, e que provavelmente a vítima tinha medo de representar contra ele, relataram que inclusive é corriqueiro a ameaça contra os vizinhos e maus tratos das crianças que vivem com ele. Segundo a polícia, nesse momento o autor saiu do apartamento e veio em direção as equipes que encontravam-se do lado de fora do prédio, na via pública. Foi dado voz de abordagem a ele, falando para colocar as mãos na cabeça e virar de costas, onde ele continuou em direção as equipes desobedecendo a ordem, sendo necessário utilização de técnicas de imobilização no individuo para conseguir realizar a busca pessoal, no intuito de salvaguardar a segurança das pessoas ali presentes, pois o mesmo poderia estar armado.

Os policiais não encontraram nada de ilícito com o suspeito, porém ele continuava a desobedecer as ordens emanadas e resistir a prisão. As equipes conversaram novamente com a vítima, a qual contou que teve uma discussão com o suspeito e quando percebeu que ele iria agredi-la tentou esconder-se no banheiro, porém, antes que ela conseguisse o autor a empurrou arranhando suas costas e derrubando-a no chão, então ela conseguiu se trancar no banheiro e gritar por socorro. Os envolvidos foram encaminhados para delegacia.

Segundo a polícia, após prestar atendimento a ocorrência de lesão corporal violência doméstica, três vizinhos, demonstraram interesse em representar contra o autor das agressões pois, segundo eles, tiveram seu sossego perturbado através dos gritos utilizados para injuriar sua esposa, bem como, batidas de objetos e murros nas paredes e possivelmente na porta do banheiro, pois era onde a vítima estava escondida. Relataram ainda que é fato corriqueiro. Diante do interesse também foram encaminhados até a Delegacia, para os procedimentos cabíveis.

COMENTÁRIOS