AgronegóciosEditais - Eleições 2020EducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
FOI PEGO

Rapaz é preso por arremessar celulares e dinamite para dentro da Cadeia de Guarapuava

Carregadores de celulares, cabos usb,fones de ouvido, brocas, serra de cortar ferro e drogas também foram arremessados

quinta-feira, 13 de agosto de 2020 - 15:23:00

Um rapaz, de 25 anos, foi presos após arremessar para dentro da Cadeia de Guarapuava, celulares, dinamite, drogas, carregadores, cabos usb, fones de ouvido, brocas e serra de cortar ferro. O caso aconteceu na madrugada desta quinta feira (13 de agosto).

De acordo com a Polícia Militar, por volta das 03h30 na rua Emílio Serrato, Boqueirão, após solicitação da Polícia Civil, a equipe policial realizou patrulhamento no intuito de localizar dois homens, que haviam realizado o arremesso dos objetos.

Durante a ação os policiais avistaram um rapaz, na rua Emílio Serrato, em atitude suspeita e deram voz de abordagem, o qual de primeiro momento não acatou a ordem e tentou fugir, porém a equipe conseguiu abordá-lo e em busca pessoal nada de ilícito foi localizado. Os policiais  solicitaram a documentação, a qual não estava portando, porém quando perguntado seu nome, não soube informar seus dados pessoais com precisão, sendo que o nome repassado pelo abordado não deu apareceu no sistema.

Ao ser informado pelos policiais que seria encaminhado até a delegacia para os devidos esclarecimentos o suspeito se desvencilhou da equipe e começou a correr, pulando vários muros, onde sofreu várias quedas durante a fuga e escondeu-se da equipe. Na sequência os policiais conseguiram conte-lo e questionado sobre o arremesso, confirmou a autoria, porém não quis informar quem seria o mandante. Ele recebeu voz de prisão.

O suspeito, natural de Santa Catarina, apresentava vários hematomas e escoriações pelo corpo, devido as quedas que sofreu durante a fuga e precisou ser levado até a Upa Batel, onde recebeu atendimento médico.

Uma equipe do esquadrão anti-bombas, orientou quanto aos primeiros procedimentos de segurança a serem adotados com o artefato explosivo.

(Foto:Divulgação/PM)

 

COMENTÁRIOS