AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos

Que marcas estamos deixando?

por: Marcos Sidnei

sexta-feira, 26 de abril de 2019 - 14:04:00

Que correria!

Ano passado, finalizando a faculdade, sempre pensava comigo mesmo, “no próximo ano, vou descansar, tirar uma folga”... Que equívoco (essa vida de adulto... vou lhe contar hein?)!

Os dias passam voando... Tudo passa tão rápido que inclusive a coluna aqui estava em “pausa”, mas agora... Voltamos com tudo!

Hoje à tarde encerrei um curso rápido, que estava lecionando para um grupo de pessoas... No grupo, particularmente, uma das alunas, com cinquenta anos, me emocionou. Quando estava iniciando o curso, ela comentou que estava com “medo”, pois “não tinha mais idade para estudar”. É claro que respondi mais que rapidamente que não existe uma “idade correta” para absolutamente nada. Lógico, é necessário ter maturidade... Tendo isto, a faixa etária não é mais um impedimento.

Dando continuidade...

Ao encerrar o encontro, exibi um vídeo que tratava sobre motivação, superação e sobre vencer os medos que nos cercam. Em seguida, disse às alunas que não deixassem que nenhum fator as impedisse de crescer! Quando percebi, esta aluna que mencionei acima, estava com os olhos brilhando, emocionada... Disse que o tempo passado em sala de aula foi de grande valia, e que eu (em minha experiência inicial na docência e com vinte e dois anos de idade) pude ensinar muito a ela. Deu-me um abraço.

Faltaram palavras. Foi de “arrepiar”. Momento memorável. Fez-me refletir sobre como podemos, mesmo que seja aos poucos, deixar marcas positivas nas outras pessoas, trocas e aprendizados que estas levarão para toda a vida. Refleti também sobre como aprendi nestas aulas, tanto quanto pude ensinar.

E durante toda a nossa vida é assim. Vivendo, aprendendo e ensinando, sabendo que todos tem algo a aceitar e também a oferecer. São estas vivências que marcam, que mudam, que transformam. Penso que devamos sempre pensar sobre isso... Quais são as marcas que estamos deixando?

 

 

COMENTÁRIOS





"Vem comigo! No caminho eu te explico..."

Marcos Sidnei

Nosso cotidiano é cheio. Há sempre muito a se fazer. Porém, em determinados momentos, é preciso desacelerar, parar e pensar. A vida é muito mais que o caos e a correria. Talvez, algo que eu lhe diga, faça sentido. Ou não. De qualquer forma, lhe convido: pare e reflita comigo. Me acompanha?