AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos

PASÁRGADA

por: Jairo Filho

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019 - 16:51:00

Lembro-me vagamente da explicação do meu professor no ensino médio sobre o famoso poema de Manoel Bandeira, “Vou-me embora pra Pasárgada”: A “Pasárgada” do poema é um paraíso fictício, criado e desejado pelo poeta modernista, acamado por limitações físicas. “Pasárgada” é uma condição escapista de fuga entorpecente para a alma dolorida; e esta poesia dava asas para longe de si até este destino utópico.

A nossa alma busca, principalmente em fase atormentada da vida, fugir da realidade cruel, sentir uma condição prazerosa, viver uma aventura extasiante, e sentir-ser útil, empoderado, realizado. Todos nós queremos viver uma grande aventura, um romance de cinema e vitórias épicas. Desejamos dinheiro, sexo e poder. Sonhamos com viagens pelo mundo, jantares românticos e biografias de sucesso. Em Pasárgada, “a existência é uma aventura”, “Lá tenho a mulher que eu quero”, “Lá sou amigo do Rei”.

Impressionante como o poeta deixa escapar que Pasárgada não é um paraíso tão perfeito assim: “Quando de noite me der vontade de me matar [...] vou-me embora pra Pasárgada”. Até os “pasargadenses” são assombrados pelo suicídio. Em Pasárgada há sempre a necessidade de mais outra overdose de Pasárgada.

Na busca por Pasárgada, você percebe que é flagrante dentro de nós um anseio nato pelo verdadeiro paraíso? Percebe a busca por um paraíso que nutra esperança no coração para viver com os pés no chão da vida real e com a cabeça esperançosa de viver para além do aqui e agora?

Eu conheço o verdadeiro paraíso. O paraíso não é um lugar, é uma pessoa. Este paraíso é graciosamente inclusivo até mesmo para os piores marginalizados. O rei deste paraíso disse “...hoje mesmo estarás comigo no paraíso!” (Lucas 23:43) para um pecador arrependido de construir um paraíso com suas mãos criminosas. Lembram-se desta cena?

Creia! Jesus é o paraíso. Quando eu voltar pra ele ou quando ele voltar pra nós, direi: “Vou-me embora pro verdadeiro paraíso. Lá sou amigo do único e verdadeiro Rei”. Quer conhecer mais sobre esse verdadeiro paraíso? Acompanhe-me. Estou seguindo os passos do único caminho até lá: Jesus. Nele todos os anseios do coração são satisfeitos. Ele é o verdadeiro paraíso e seu Reino não tem fim.

Em Cristo, meu paraíso aqui, agora e para além! 

Jairo Filho – Pastor da Igreja Presbiteriana Bonsucesso em Guarapuava-PR, mestrando em teologia e licenciado em história. 

COMENTÁRIOS





Palavras do Jairo Filho

Jairo Filho

Pastor da Igreja Presbiteriana Bonsucesso, mestrando em Teologia e licenciado em História.