AgronegóciosEditais - Eleições 2020EducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
RESPEITO À HISTÓRIA

Paraná pode ser o segundo Estado do País a ter abrigo para artistas aposentados

Comissão de Cultura da Alep quer efetivação da Casa dos Artistas no Paraná

quarta-feira, 9 de junho de 2021 - 08:37:00

A Comissão de Cultura da Assembleia Legislativa do Estado do Paraná está concentrando os trabalhos para a viabilização da efetivação da Casa dos Artistas do Paraná. O projeto, de autoria do deputado Delegado Recalcatti (in memorian), foi apresentado ao Governo do estado há um ano e, na última semana, membros da Comissão, acompanhados por representantes da Secretaria de Comunicação e Cultura do Estado, visitaram o prédio público que poderá servir para abrigar os artistas. “A situação da categoria em todo o Estado vem se agravando mês a mês, devido a pandemia. A efetivação da casa dos Artistas é o reconhecimento por tudo aquilo que estes profissionais fizeram ao longo das suas carreiras pela Cultura do nosso Estado”, enfatizou o deputado Ademir Bier, presidente da Comissão de Cultura da Alep.

Atualmente, o Paraná tem cerca de 15 profissionais do setor artístico, com mais de70 anos e todos devidamente registrados, mas que não têm onde morar ou condições ideais de subsistência. “São pessoas que dedicaram a vida na defesa da história e da Cultura do Estado, e que agora merecem receber descanso com dignidade”, acrescenta Ademir Bier. Porém, esse número pode ser bem maior, uma vez que muitos profissionais atuam de forma autônoma e estão sem oportunidades de trabalho nos últimos meses.

A proposta de criação da Casa dos Artistas do Paraná segue os moldes do retiro dos Artistas do Rio de Janeiro, a única em atividade no País. A viabilização do espaço no Estado, seria o segundo do Brasil, oferecendo, além de abrigo aos profissionais, amparo assistencial e médico.

O Retiro dos Artistas do Rio de Janeiro, em atividade desde 1918, conta com parcerias de empresas, doações de dinheiro, roupas, alimentos, eletrodomésticos, e também de trabalho voluntário e apoio técnico e profissional. Em contrapartida, os artistas acolhidos produzem e expõem seus trabalhos em um centro cultural e dão aulas e oficinas de iniciação, referente ao mundo das artes.

Na avaliação do deputado Ademir Bier, a área visitada na última semana atende a todas as necessidades para a efetivação da proposta. “É um local que não necessita de grandes investimentos e que oferece todas as condições para se tornar a Casa dos Artistas do Paraná”, explica. “A proposta está evoluindo junto do Governo do Estado, que reconhece a importância que estes profissionais têm na Cultura paranaense. Reconhecer nosso patrimônio cultural, através de seus profissionais, é um dever para manter viva a nossa história”, conclui o deputado.

 

 

COMENTÁRIOS