AgronegóciosEditais - Eleições 2020EducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
LUTA CONTRA O CORONAVÍRUS

Paraná inicia na próxima semana vacinação em pessoas com mais de 40 anos

Profissionais da limpeza urbana no Paraná também serão imunizados

sábado, 12 de junho de 2021 - 13:33:00

A Secretaria de Estado da Saúde irá iniciar na próxima semana a vacinação contra Covid-19 para a população geral com mais de 40 anos e também para profissionais da limpeza urbana no Paraná.

A vacinação será ampliada devido a chegada de 238 mil vacinas da AstraZeneca – sendo 237 mil AstraZeneca/Fiocruz e mil AstraZeneca/Covax, na última semana.

A expectativa é que até segunda feira (14 dejunho), os 399 municípios do Paraná já recebem 237 mil doses do imunizante. Esse lote de vacinas será dividido da seguinte forma:

- população geral de 40 a 59 anos (73.250 doses);
- professores e trabalhadores da educação básica (18.250 doses);
- profissionais da assistência social (16.710 doses);
- professores e trabalhadores do ensino superior (15.645 doses);
- profissionais do transporte aéreo (2.895 doses);
t- rabalhadores portuários (2.040 doses);
- pessoas com comorbidades (108.390).

Já os 11.828 trabalhadores da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos serão imunizados com as duas doses por vacinas CoronaVac, que estavam alojados no Cemepar (Centro de Medicamentos do Paraná).

“A orientação do governador Ratinho Junior é de que as doses cheguem até os braços dos paranaenses. Cada cidade tem uma realidade diferente e alguns municípios estavam com doses paradas, sem procura, por isso, conseguiram avançar a vacinação para faixas etárias menores do que o resto do Estado”, explicou o secretário estadual da Saúde, Beto Preto.

A Secretaria de Estado da Saúde ainda orienta que os municípios do Paraná que tenham finalizado a vacinação dos trabalhadores de saúde que atuem no combate à Covid-19, que iniciem a imunização de outras 14 profissões dessa área:

assistentes sociais, biólogos, biomédicos, profissionais de educação física, enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, médicos, médicos veterinários, nutricionistas, odontólogos, psicólogos e terapeutas ocupacionais, com comprovação pelo registro profissional em seu respectivo conselho de classe.

O Ministério da Saúde tem mantido pelo menos um envio de doses por semana, e isso faz com que possamos avançar na cobertura dos grupos prioritários e expandir ainda mais a vacinação para o público em geral”, finalizou Beto Preto.

COMENTÁRIOS