AgronegóciosEditais - Eleições 2020EducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos

Pai, Mãe! Quero ser artista!

por: Norbert Heinz

quinta-feira, 13 de maio de 2021 - 12:55:00

Se você tem filho(s) e já escutou essa frase, com certeza sentiu um frio na barriga. Quase sempre os pais recebem esse tipo de afirmação com incômodo. ‘‘Pra quê ser artista? E estudar que é bom, nada!’’ A verdade é que ninguém enxerga com bons olhos a ideia de ter artistas na família. Você pode estar pensando que isso é muito cruel e exagerado.Mas não é um exagero de minha parte, é uma realidade. Eu conheço pessoas que sempre me parabenizaram pelos novos livros, sempre compraram esses livros e sempre elogiaram as histórias. Mas, essas mesmas pessoas, já falaram alguma vez na minha frente que seus filhos só serão gente se fizerem medicina ou outro curso que dê dinheiro: ‘‘Eu faço questão de me matar de trabalhar para que fulano seja médico ou engenheiro. Não vai ser outra coisa’’.

Antes que você justifique o que escrevi até aqui com ‘‘mas artista não dá dinheiro’’, ‘‘nesse caminho não dá pra ficar rico’’ ou ‘‘vai morrer de fome’’, me faça o favor de mostrar seu extrato bancário com seus bilhões. Assim como você pode ser um trabalhador realizado, seu filho também pode ser um artista realizado. Não há nada de vergonhoso nisso. Mas, será que você seria um trabalhador realizado se sua família nunca apoiasse seu trabalho? Se sempre criticassem quando você fosse demitido ou não fosse promovido? Será que você seguraria a onda se não pudesse se sentar e tomar um café sem ouvir: ‘‘Quando você vai fazer algo útil na sua vida?’’

Longe de mim questionar a escolha de quem quer ser médico, engenheiro ou qualquer outra profissão. É claro que precisamos desses profissionais. Mas não podemos eleger algumas profissões como únicas merecedoras de qualquer reconhecimento. ‘‘E quando meu filho vai vencer na vida, escolhendo esse caminho?’’ Seu filho já venceu!Pelo simples fato de existir. Custa apoiar o sonho dele de ser um artista? Custa ser o primeiro a aplaudir os pequenos sucessos dele? Ou ser o primeiro a apoiá-lo nos fracassos? Não custa sentir empatia pelas escolhas que fogem do seu controle.

Lembrando que é possível ser feliz sendo um cantor Sem precisar estar nos hits mais tocados do momento. É possível ser feliz sendo um jogador de futebol sem precisar de grandes títulos ou prêmios. É possível ser feliz sendo um empregado ou patrão sem precisar ser um bilionário. Não podemos vender o sonho de que todos devem ‘‘vencer na vida’’, sendo igual ao ciclano que saiu do zero e hoje é o mais rico do mundo. Mas nós podemos usar estes exemplos de vitóriaspara motivação nas nossas pequenas conquistas na vida. E devemos lembrar que temos a nossa vida e a vida de pessoas que podem sofrer com nossas exigências.

Não projete num filho as vitórias que nem você foi capaz de conquistar! Deixe ser, mesmo que seja um artista.

COMENTÁRIOS





Lobo mau é a Vovozinha

Norbert Heinz

Norbert Heinz é escritor, editor e às vezes conta umas histórias. Mais sobre seu trabalho nas redes sociais @escritor.norb