AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
PARCERIA

Prefeitura de Guarapuava e Faculdade Guairacá iniciam projeto integrador

Secretaria de Turismo apresentou aos estudantes o projeto Guarapuava Turística 2026 que reúne estratégias para estruturar o turismo na cidade

segunda-feira, 24 de setembro de 2018 - 14:38:00

Aproximadamente 100 acadêmicos dos cursos de administração, tecnologia da informação, biologia e gastronomia, da Faculdade Guairacá, participaram de um encontro para conhecer a Rota Caminho de São Francisco, neste sábado (22 setembro). Os alunos e representantes das secretarias municipais de Turismo e de Agricultura e proprietários rurais vão trabalhar no processo de transformação da rota em um destino turístico inteligente. "Os alunos vão ajudar nas estratégias de marketing, divulgação, identidade de cada negócio e ainda desenvolvimento de um aplicativo com todas as informações sobre a rota, como lugares para dormir, comer ou comprar artesanato, por exemplo", explicou o vice-prefeito e secretário de Turismo, Itacir Vezzaro.

A Secretaria de Turismo apresentou aos estudantes o projeto Guarapuava Turística 2026 que reúne estratégias para estruturar o turismo em Guarapuava. Um dos pontos do projeto é justamente o Caminho de São Francisco. "Vamos melhorar as trilhas do salto e melhorar a infraestrutura, assim como fizemos no Parque do Jordão. Vamos colocar na estrada placas de sinalização em inglês, espanhol e português, orientando os visitantes sobre o caminho e ainda o que eles podem conhecer no trajeto", destacou o diretor de Turismo, Márcio de Sequeira.

Os acadêmicos aproveitaram para degustar um café rural na propriedade da Dona Olga e finalizaram o encontro numa trilha na propriedade vizinha, Cantinho da Família. "Fico muito feliz em receber as pessoas aqui. Preparamos o café com muito carinho. Antes o pessoal fazia as atividades no salto e não tinha aonde se hospedar, ficar e comer. Nós abrimos as porteiras para recebê-los", comentou Dona Olga.

Para a professora Janete Probst Munhoz, a parceria significa uma maneira de fazer a cidade crescer. "Essa é uma oportunidade muito interessante para os alunos aprenderem na prática e, ao mesmo tempo, darem sua contribuição à Guarapuava, para receber cada vez melhor os turistas", enfatizou a professora.

(Foto: Secom)

 

COMENTÁRIOS