Mesa redonda em Guarapuava discute ações de prevenção ao suicídio

A proposta da campanha é manter atividades permanentes no Município

25/09/2021 11H49

Nessa sexta feira (24 de setembro), o Teatro Municipal foi palco de evento marcante na programação do Setembro Amarelo em Guarapuava. Em uma mesa redonda, especialistas em saúde mental e profissionais envolvidos na campanha discutiram sobre a prevenção ao suicídio.

Para o prefeito Celso Góes, as ações que foram realizadas durante o mês demonstram o  comprometimento e a importância do assunto no Município “Iniciativas como essas, são a grande vitória, o que está se fazendo aqui hoje, é a união do povo guarapuavano em prol da vida, todos nós aqui acreditamos na vida, estamos mostrando novamente com essas entidades valorosas que estão desprovidas de qualquer outro interesse que não seja o de salvar vidas, a importância do assunto, sendo talvez o maior exemplo para o Paraná e para o Brasil” enfatizou.  

A mesa redonda contou com a presença de Júlio César Nogueira Dutra, presidente da Associação Paranaense de Psiquiatria (APPSIQ); José Cleber Feliciano Ferreira, Médico Psiquiatra; Jonilson Pires, secretário Municipal de Saúde de Guarapuava; Fernando Guiné, psicólogo e diretor do Hemocentro Regional de Guarapuava; Rita Felchak, diretora do Departamento de Cultura do Município e Márcio Luiz Martins, diretor da Rede T de Rádios, que puderam explanar a importância da informação para salvar vidas. 

“Falando a respeito do assunto, cada vez mais pessoas têm a informação. E com essa informação faz com que elas tenham melhores condições de decisão final, seja a pessoa em si ou para os que estão ao redor desta pessoa” explicou o diretor da rede de rádios. 

Para Júlio, as articulações que ocorreram no município para elaboração das ações que foram realizadas durante o mês são de extrema importância para a prevenção e enaltecem o intuito proposto pela associação “Perceber que Guarapuava se mobilizou com dezenas de instituições que acreditam na vida, me deixa entusiasmado a seguir esse trabalho, é uma experiência única e que eu vou levar para outros municípios do estado e também para os outros presidentes de outras associações do Brasil. Pois, a cada 10 pessoas que suicidam-se, 9 possuíam algum distúrbio mental, como por exemplo depressão, e essas pessoas poderiam ter tido um tratamento“ salientou Júlio.

O município já conta com um projeto que trará capacitação para os profissionais das Unidades Básicas de Saúde (UBS), que é a base do sistema, e onde as pessoas vão todos dias. “É necessário que realmente nós tenhamos capacidade de oferecer para sociedade pessoas habilitadas, capacitadas e diante que muitos procuram as unidades de saúde, que tem capacidade sim de resolutividade de oitenta por cento dos problemas de saúde, mas ela tem que estar sensível a esses casos”, frisou o secretário de Saúde. 

As apresentações culturais foram realizadas pela  Banda Jovem Maestro Leonel Rossetin e integrantes da Orquestra Municipal, que recepcionaram os participantes. Para encerrar, o Coletivo Movement e o Coral Municipal Maestro Silvino Turco  realizaram uma apresentação que trouxe uma mensagem de força e apoio. “A arte ajuda a salvar vidas, por isso nosso trabalho é para ampliar os espaços e atividades para acolher e apoiar mais pessoas”, contou emocionada Rita Felchak, diretora de Cultura.

SEQUÊNCIA

A proposta da campanha é manter atividades permanentes no Município de conscientização e apoio às pessoas que pensam em cometer suicídio. Entre os objetivos estabelecidos está a criação de um Conselho Municipal de Saúde Mental. O pedido já foi protocolado, na última semana, na Câmara Municipal de Vereadores, em cerimônia de moção de aplausos aos participantes da campanha.

Uma carta de intenções também foi entregue ao final do evento ao Prefeito Celso Góes pedindo a continuidade dos trabalhos na área de saúde mental desenvolvidos pelo Município.

O evento foi realizado de forma presencial (somente para inscritos antecipadamente, respeitando todas as orientações e medidas de prevenção ao Covid-19) e online, pelas redes sociais da Prefeitura Municipal de Guarapuava. Entre os participantes estavam secretários e secretárias municipais, autoridades civis e militares, além de representantes das entidades parceiras.

Deixe seu comentário:

Veja Mais