AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
CONTRA GRIPE

Guarapuava vacinou até o momento 32.047 pessoas

Número de pessoas representa 65,61% da meta municipal. Integrantes dos grupos prioritários podem se vacinar gratuitamente até 31 de maio

quinta-feira, 16 de maio de 2019 - 17:00:00

A Secretaria de Saúde de Guarapuava segue com a campanha de vacinação contra a gripe nas UBS (Unidades Básicas de Saúde) e no Cisgap. Até 31 de maio, integrantes dos grupos prioritários podem se vacinar gratuitamente para se protegerem contra os vírus da gripe H1N1, H3N2 e Influenza B. Até o momento 32.047 pessoas já foram vacinadas na cidade, representando 65,61% da meta municipal.

"O percentual de Guarapuava é satisfatório, já que ainda temos duas semanas e meia de campanha para atingir a meta. É importante que a população dos grupos prioritários procure uma unidade de saúde e faça a imunização, assim conseguiremos atingir a meta e proteger Guarapuava, o Paraná e o Brasil", declarou a chefe do Departamento de Epidemiologia, Chayane Andrade. A meta de vacinação deste ano é imunizar 48.427 pessoas no município.

Podem tomar a vacina gratuitamente crianças entre 6 meses e menores de seis anos, gestantes, mães em período pós-parto (até 45 dias), idosos, servidores da saúde, indígenas, cidadãos privados de liberdade, pacientes com comorbidades, funcionários do sistema prisional e professores da rede pública e privada, além de policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

Para se imunizar é preciso apresentar a carteira de vacinação, cartão SUS ou CPF. Policiais civis, militares, bombeiros e membros das Forças Armadas também devem comprovar que estão na ativa. Pacientes portadores de doenças crônicas precisam levar a receita do medicamento de uso contínuo no ato da vacinação. Já os professores da rede pública ou privada devem apresentar declaração da escola com assinatura do diretor.

(Foto: Governo Federal)

COMENTÁRIOS