Guarapuava entrega carta com propostas para a Ciência, Tecnologia e Inovação em Conferência Estadual

Guarapuava busca apoio para políticas públicas na área da educação, ciência e tecnologia junto ao Governo do Estado

03/04/2024 16H30

O Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação de Guarapuava entregou na manhã desta quarta-feira (3 de abril) uma carta com propostas para buscar apoio a políticas públicas do Governo do Estado para os eixos da educação, ciência e tecnologia. As ideias construídas no município foram levadas ao secretário da SETI, Aldo Nelson Bona durante a 5ª Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do Paraná e a 5ª Conferência Regional Sul de Ciência, Tecnologia e Inovação. 

A cidade foi a única a levar uma carta como resultado do encontro dos membros do ecossistema guarapuavano. “Nós elaboramos propostas que reforçam a Conferência Guarapuava 2035 e que necessitam do apoio do Governo do Estado para o desenvolvimento de políticas públicas que reforcem o local e outros municípios da região”, explicou o presidente do  Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação de Guarapuava, Thiago Pfann.

A entrega da Carta na Conferência Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação foi realizada pelo presidente do Fórum, Thiago Pfann, pelo secretário municipal, Sávio Denardi, e pelo CEO do Cilla Tech Park, Paulo Alvim. A UTFPR esteve presente com os diretores de Pesquisa e Pós-Graduação Thalita Obal e Extensão Comunitária e Relações Empresariais, Henrique Holzman.

PROPOSTAS DE GUARAPUAVA

As propostas para a Conferência Guarapuava 2035 que buscam apoios para políticas públicas estaduais giram em torno dos eixos da educação, ciência e tecnologia.

O documento propõe tornar Guarapuava um “polo de referência em ciência, tecnologia e inovação, tendo a educação como pilar principal. Fortalecer a educação de base, para construir um solo fértil de novas ideias, empreendedorismo, criatividade, conectando a rede de atores do ecossistema de inovação”.

Na área da ciência, a proposta é atender as demandas da sociedade, aproximar as realizações científicas nas suas mais diversas aplicações e complexidades da comunidade. Segundo o documento, é preciso evidenciar as pesquisas que estão sendo realizadas desde o contexto escolar, acadêmico e o setor empresarial.

Tudo isso colocando Guarapuava como referência no polo de tecnologia com os eixos transversais como suporte. Exemplo disso é o incentivo para aprendizado em tecnologia a gerações mais avançadas; a criação de estratégias para validar a maturidade e importância dos empresários e indústrias nas inovações tecnológicas.

Entre outras propostas, estão a promoção da Inclusão digital em todos os espaços; o fomento a ações que promovam pesquisa no desenvolvimento de novas tecnologias; o impulsionamento a relação do ambiente e infraestrutura de ciência e tecnologia com o setor produtivo local; além de capacitações para uso de IA no processo de ensino-aprendizagem.

CONFERÊNCIA ESTADUAL

Com o tema Justiça, Sustentabilidade e Desenvolvimento, nesta edição as conferências estadual e regional pretendem promover a participação cidadã nos debates, a fim de balizar a formulação de políticas públicas que contribuam para o fortalecimento da democracia e o desenvolvimento socioeconômico e sustentável. 

O objetivo é debater temas relacionados ao desenvolvimento de políticas públicas voltadas para o segmento científico, tecnológico e de inovação, articulando ações de parceria e cooperação para uma economia com base no conhecimento.

 

Deixe seu comentário:

Veja Mais