AgronegóciosEditais - Eleições 2020EducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
PREOCUPANTE

Em menos de 24h, PM registra quatro casos de violência contra mulher em Guarapuava

As ocorrências foram registradas entre este sábado (21) e a madrugada deste domingo (22)

domingo, 22 de novembro de 2020 - 13:00:00

 

Em apenas um dia, Guarapuava registrou quatro casos de violência contra a mulher. As agressões aconteceram entres este sábado (21 de novembro) e a madrugada deste domingo (22). Crimes ligados à violência doméstica têm sido frequentes durante a pandemia.

A primeira delas ocorreu no Distrito do Guará, ainda na tarde desse sábado (21 de novembro) e envolve uma mulher, de 51 anos, que levou um soco na boca do marido, de 39 anos, após uma discussão. A vítima disse ainda aos policiais, que o agressor estaria na residência de sua mãe, a equipe foi até o local mencionado onde foi localizado, em visível estado de embriagues. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado até a 14ª SDP para os devidos procedimentos.

Já na noite desse sábado (21), Jardim das Américas uma equipe policial foi acionada para atender uma situação de violação de medida protetiva. No local a mulher, de 25 anos, relatou que possui medida protetiva, contra seu ex-marido, de 23 anos, sendo que o mesmo foi até a sua residência e após uma discussão, lhe empurrou, vindo lhe causar ferimentos na perna e braço esquerdo, após isso lhe deu um soco no rosto, em seguida fugiu da residência, para a casa de sua mãe. No local ele foi detido por familiares, até a chegada da equipe policial. Ele foi preso e encaminhado até a 14ª SDP.

Logo em seguida a PM foi acionada para atender uma ocorrência, na qual uma mulher, de 50 anos, informou os policiais que chegou em casa, vindo do trabalho e que seu filho, de 18 anos, a ameaçou de morte, xingando-a de vagabunda e disse que de hoje ela não passava. Relatou ainda, que seu filho é usuário de drogas e por várias vezes, ele a ameaça de morte.  O suspeito foi localizado na casa de uma vizinha, o qual foi conduzido juto com a vítima até a 14ª SDP, para seguir com os procedimentos legais.

Por fim já na madrugada deste domingo (22 de novembro), por volta das 01h39, no bairro Conradinho, uma mulher, de 37 anos, informou os policiais, que seu esposo, de 36 anos, teria rompido sua tornozeleira de monitoramento eletrônico e estaria de posse de uma faca, ameaçando a mesma e seus filhos. No local, ao avistar a equipe, o homem correu para os fundos da residência e fugiu, pulando o muro de duas casas vizinhas, sendo contido, escondido em um canil. A faca que estava de posse do mesmo não localizada. Os policiais realizaram buscas nas proximidades da residência do autor e localizaram uma tornozeleira eletrônica, e um carregador, ambos danificados. Em contato com a vítima, ela manifestou o interesse em representar contra o homem,  que recebeu voz de prisão e foi conduzido juntamente com vítima e os objetos danificados, até a 14ª SDP, para as providências cabíveis.

COMENTÁRIOS