AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
VIOLÊNCIA

Durante roubo, ladrões ateiam fogo na vítima, em Pitanga

Ela foi socorrida e encaminhada até o hospital da cidade

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020 - 13:00:00

Uma mulher ficou gravemente ferida após ladrões atearem fogo em seu corpo durante roubo. O crime aconteceu nesse domingo (12 de janeiro), no Bairro Alto da Colina, em Pitanga.

De acordo com a polícia, uma equipe foi acionada para se deslocar até o Hospital São Vicente de Paulo, em Pitanga, no qual minutos antes teria dado entrada uma senhora com queimaduras em seu corpo, informando que teria sido vítima de roubo. Em conversa com a vítima de 48 anos, relatou que estaria voltando da casa de seu sobrinho, no bairro Alto da Colina, próximo ao estádio, momento em que uma mulher acompanhada de três homens, de estatura média, pele morena, e vestes de cor escura, teriam a cercado e exigido dinheiro, momento em que um dos masculinos tomou de suas mãos um celular, alegando se ela gritasse eles a matariam.

A vítima relatou ainda, que um desses homens teria algo em suas mãos que parecia ser gasolina, vindo a jogar contra o corpo da vítima ateando fogo, causando-lhe queimaduras por quase toda a extensão de seu corpo.

A senhora foi socorrida pelo seu filho e seu marido logo em seguida e encaminhada até o hospital, ela também informou a equipe, que a mulher qual estava junto com os rapazes era conhecida, e era moradora das proximidades de um bar. Informou ainda, que desconhecia o motivo dos fatos.

A polícia foi o local indicado pela vítima, localizado na rua Fernando Amaro, bairro Alto da Colina, no bar, em conversa com a proprietária, ela relatou que a autora morava em uma das casas ao lado, porém não foi localizada. Em continuidade às diligências, por volta das 11h30, policiais realizaram monitoramento a residência da suspeita dos fatos, logrado êxito na localização da autora, de 39 anos. Questionada sobre autoria dos fatos, negou qualquer envolvimento. Foram feitas buscas na parte interna e externa da residência, sendo localizada no telhado de uma casa de madeira logo à frente da residência da suspeita um galão transparente de cinco litros, o qual estava vazio, porém com forte odor de gasolina.

A suspeita foi conduzida para a 45ª DRP, para esclarecimentos e para demais procedimentos cabíveis.

COMENTÁRIOS