AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
DESEMPENHO POSITIVO

Cresce 35,3% número de empresas abertas no Paraná em fevereiro

Criação de 4.607 novos negócios em fevereiro eleva para 7.910 o acumulado no primeiro bimestre

quarta-feira, 20 de março de 2019 - 09:24:00

O Paraná contabilizou a abertura de 4.607 empresas em fevereiro, um aumento de 35,3% em relação ao mesmo mês do ano passado, quando foram formalizados 3.403 novos negócios no Estado. Estatísticas da Junta Comercial do Paraná (Jucepar) indicam a constituição de 7.910 empresas no acumulado do primeiro bimestre, o que representa um acréscimo de 25,8% ante as 6.284 criadas nos dois primeiros meses de 2018.

Segundo o presidente da Junta, Marcos Sebastião Rigoni de Mello, os dados apontam a continuidade da trajetória de expansão, já que em janeiro foram abertas 3,3 mil empresas no Estado, um crescimento de 14,6% em comparação a janeiro do ano passado. Na avaliação dele, este desempenho positivo reflete a confiança do empresariado na retomada da economia paranaense em ritmo mais forte que o nacional, respaldada por um ambiente de segurança jurídica.

“Os empresários do Paraná viram que nosso governo está comprometido com a sociedade, demonstrando ser sério, responsável, transparente e profissional. Isso incentiva aqueles que querem abrir seus novos negócios no Estado”, afirma Mello.

Ele destaca ainda o ciclo virtuoso desencadeado pelos novos negócios na economia estadual. “A indústria produz, o comércio consome, os prestadores de serviço vão atender estes dois segmentos. Isso é uma cadeia, que está em franco crescimento”, aponta.

TIPOS

O levantamento da Jucepar abrange empresas de todas as naturezas jurídicas, com exceção dos microempreendedores individuais (MEIs), cujo processo de formalização é iniciado pelo Portal do Empreendedor.

Em fevereiro, comparado a igual mês de 2018, aumentaram os registros de sociedade empresária (de 1.448 para 1.972), empresário (de 1.285 para 1.627), Eireli - Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (de 625 para 924), sociedade anônima (de 29 para 47) e sociedade cooperativa (de 10 para 34).

SETORES

O desempenho positivo em fevereiro foi impulsionado pelos segmentos de comércio, serviços e construção civil. Como cada empresa pode ter mais de um código da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE), em fevereiro a Junta Comercial registrou 17.600 códigos da CNAE nos negócios abertos - média de 3,8 códigos por empresa.

O comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios liderou o ranking, presente em 944 das novas empresas, seguido de perto por cabeleireiros, manicure e pedicure (932) e obras de alvenaria (927). Na sequência aparecem promoção de vendas (725), lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares (417) e serviços domésticos (394).

FACILIDADE

Segundo Mello, a expectativa é fechar o ano com resultado superior às 43,2 mil novas empresas criadas em 2018. “Os empresários estão acreditando na proposta do governo estadual. Estes números vão melhorar ainda mais nos próximos meses”, projeta.

A nova gestão da Junta trabalha para reduzir de cinco dias para um dia útil o tempo médio para abrir um negócio no Estado através do sistema Empresa Fácil Paraná (www.empresafacil.pr.gov.br), inteiramente online.

 (Foto: AEN)

COMENTÁRIOS