AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
DE OLHO

Crea-PR fiscaliza estruturas montadas para a Praça Encantada do Natal

Ação fiscalizatória é habitual quando estruturas e instalações elétricas temporárias são utilizadas para atender grandes eventos

terça-feira, 10 de dezembro de 2019 - 15:38:00

Na manhã desta terça feira (10 de dezembro), uma equipe da regional de Guarapuava do Crea-PR (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná) fiscalizou as estruturas montadas na Praça 9 Dezembro, em frente à Catedral Nossa Senhora de Belém.

Na ocasião, foram abertos três relatórios de fiscalização: 1) instalação elétrica temporária, 2) iluminação, e 3) projeto e execução da casa do Papai Noel. “O fiscal identificou que em todos os casos há um profissional habilitado junto ao Crea-PR acompanhando as execuções. O conhecimento técnico dos engenheiros é muito importante no projeto e instalação de grandes estruturas festivas como essas, por conhecerem as normas técnicas da ABNT e das NRs (Normas de Segurança em Eletricidade), trazendo mais segurança à sociedade e contribuindo para evitar acidentes”, afirma o gerente da regional de Guarapuava do Crea-PR, Thyago Giroldo Nalim.

Conforme o conselheiro do Crea-PR e coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Elétrica do Crea-PR, Edson Dalla Vecchia, a eletricidade pode apresentar riscos se manuseada incorretamente ou negligenciada. Por esse motivo, principalmente na época de festividades de Natal e Ano Novo – em que tradicionalmente são utilizados equipamentos de iluminação para ornamentação de ambientes diversos –, os cuidados devem ser redobrados.

“Tais riscos passam por um simples vazamento de energia elétrica, que causaria determinado aquecimento na fiação que a conduz, como também choques elétricos a partir de pontos vivos, se eventualmente houver o contato de pessoas e/ou animais. A depender da situação, tais choques podem até levar à morte de quem, acidentalmente, entra em contato com as partes ‘vivas’ destas instalações defeituosas”, afirma Dalla Vecchia.

ORIENTAÇÕES

1 – Fique atento à qualidade e garantia dos materiais e equipamentos utilizados, os quais devem sempre ter, pelo menos, a certificação do Inmetro;

2 – Não sobrecarregue ligações internas às edificações, com utilização de Ts, por exemplo. As sobrecargas podem aquecer e gerar pontos propícios para início de incêndio;

3 – As iluminações devem ficar localizadas longe de cortinas, enfeites de papel e materiais cortantes;

4 – Não deixe a fiação e as ligações ao alcance das crianças;

5 - Evite a instalação dos conjuntos de iluminação decorativa em estruturas metálicas;

6 – Em grandes estruturas públicas e em alguns casos de instalações elétricas prediais é necessário instalar DRs (Dispositivo de Proteção contra Correntes de Fuga), como garantia de proteção extra;

7 - Em ambientes externos, sujeitos a intempéries como água/chuva ou ventos fortes há que se ter os mesmos cuidados quanto à qualidade dos materiais e equipamentos colocados em funcionamento, assim como, a necessidade das devidas proteções por meio de disjuntores termomagnéticos e dispositivos de proteção contra choques elétricos (IDRs ou DDRs). Além disso, é necessária a confecção de uma eficiente malha de aterramento, já que quase sempre existem estruturas metálicas sendo acessadas pelas pessoas (palcos e arquibancadas, postes metálicos, brinquedos e parques de diversão, entre outros);

8 – Decorações em logradouros e praças públicas também devem manter uma distância segura das redes de energia elétrica existentes, tanto as que operam em baixa tensão como as de alta tensão. Elas devem ser bem fixadas nas estruturas, e ficarem distantes de árvores, sacadas e varandas acessíveis das edificações.

COMENTÁRIOS