Biomédico: trabalho incansável nos bastidores para garantir a vida!

* Por Janaína Naumann

20/11/2021 12H14

Hoje, dia 20 de novembro, é o Dia do Biomédico. Eu não poderia deixar de prestar uma homenagem a esta profissão, que escolhi como missão de vida, e, principalmente, aos profissionais que se dedicam no dia a dia para salvar vidas.

Vale destacar que desde a década de 1960 a Biomedicina está presente em vários campos de atuação, mas principalmente na pesquisa de doenças, sintomas e fatores ambientais que afetam a saúde da população.

Por isso, a relevância da Biomedicina no cenário de pandemia é, sem dúvidas, indiscutível.

Nós atuamos na pesquisa, somos laboratoristas por excelência, na busca constante da identificação das doenças, suas conseqüências e a cura.

Com a chegada do novo coronavírus e da maior pandemia mundial dos últimos 100 anos, o papel do biomédico tornou-se imprescindível no combate a essa doença viral que já causou milhões de mortes no mundo. Entre uma das preocupações desse profissional está a identificação de causas e conseqüências de anomalias humanas, a fim de contribuir para a determinação de um diagnóstico.

Por se tratar de um vírus novo, vários estudos ainda estão em andamento sobre características bioquímicas da Covid-19, bem como as consequências geradas no indivíduo.

A contribuição científica do biomédico é capaz de auxiliar nessa descoberta, além de contribuir com pesquisas de ações preventivas que trazem a cura da doença causada pelo coronavírus denominado SARS-CoV-2.

O biomédico contribui no papel de auxiliar as decisões médicas, por meio da elaboração de dados que trazem informações fisiológicas. Por esse motivo, é possível afirmar que esse profissional atua nos bastidores para garantir a vida.

Em razão da pandemia, novos hábitos foram constituídos: o distanciamento social e o uso de máscaras são alguns deles. E enquanto não for encontrada a cura definitiva da Covid-19, esses hábitos devem ser mantidos.

O chamado "novo normal" traz à tona o despertar da necessidade de investimento em mais profissionais biomédicos. Afinal, mais estratégias de defesa para evitar outro cenário de pandemia tornam-se essenciais.

Parabéns a todos os profissionais biomédicos, que se somam aos demais profissionais da Saúde como um todo, na luta constante para salvar vidas.

Tenho orgulho em ser biomédica!

Janaína Naumann

Biomédica, mestre em Tecnologia em saúde. Docente no ensino superior com experiência em gestão educacional. Atualmente é Presidente da Associação Paranaense de Biomedicina APRBM, Conselheira Titular do Conselho Federal de Biomedicina - cfbm e Vice pr

Deixe seu comentário:

Veja Mais