AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
DINHEIRO DA EDUCAÇÃO

Beto Richa é preso novamente, desta vez pela "Quadro Negro", que desviou dinheiro de escolas

Prisão ocorreu na manhã desta terça (19)

terça-feira, 19 de março de 2019 - 08:03:00

O ex-governador do Paraná Carlos Alberto Richa foi preso novamente na manhã desta terça feira (19 de março). O mandado de prisão foi cumprido pelo Grupo de Atuação e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e desta vez, dentro da Operação Quadro Negro que investiga o desvio de R$ 20 milhões em obras que deveriam ter sido executadas em escolas públicas do Paraná. A ação de hoje seria, conforme o Gaeco, um desdobramento da Quadro Negro.

Os outros dois presos na operação são o empresário Jorge Atherino e o ex-secretário especial de Cerimonial e Relações Exteriores do Paraná, Ezequias Moreira.

QUADRO NEGRO

As investigações que culminaram na Operação Quadro Negro apontaram indícios de desvio de cerca de R$ 20 milhões de contratos de obras em escolas públicas do Estado. As obras nunca foram entregues.

Conforme o Ministério Público um setor específico da Secretaria de Educação emitia laudos de supostas vistorias que afirmavam que as obras estavam em andamento e com isso, os pagamentos eram liberados. Acontece, que as obras na realidade, não eram executadas.

A Construtora Valor recebia os pagamentos. O dono da construtora, Eduardo Lopes revelou ao Ministério Público, em delação premiada, como todo o esquema funcionava. Além disso, ele teria relatado também nomes de políticos beneficiados e valores repassados a cada um.

COMENTÁRIOS