AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
DESTAQUES GUARAPUAVANOS

Atletas da Guairacá chamam a atenção de observadores do Athletico em avaliação técnica

Observador técnico do CAP Admilson Oliveira da Silva, o Tico, confirmou o interesse em alguns jogadores da instituição

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019 - 16:14:00

Celeiro de craques do município, a Escola de Futebol/Futsal R. Batista/Guairacá promete continuar revelando talentos no esporte. No último sábado, 09, os atletas tiveram a oportunidade de participar de uma avaliação técnica com observadores técnicos do Club Athletico Paranaense (CAP). O evento aconteceu no Centro Recreativo da instituição.

A jovem Mariana da Silva Michalouski, de apenas 12 anos, sonha em seguir carreira. Com grande habilidade em campo, ela chamou a atenção dos olheiros, trazendo grandes expectativas. “Meu sonho é ser jogadora e essas peneiradas trazem motivação e mais chances para nós”. Pedro Henrique Lisboa, de 13 anos, também esbanjou domínio de bola. Ele treina há cerca de 6 anos no município de Turvo e contou que tem crescido muito na Escola de Futebol Guairacá. “A Escola de Futebol me incentiva a dar mais de mim. Também não fala só de futebol, mas de valores para a vida, como família e amizade”, destacou.

O observador técnico do CAP Admilson Oliveira da Silva, o Tico, confirmou o interesse em alguns jogadores da instituição. “Sabemos que a primeira observação é dura para os garotos porque eles se sentem pressionados pela nossa presença. Apesar do nervosismo, deu para identificar diversos talentos. Temos certeza que logo teremos frutos. A Guairacá está de parabéns pelo seu trabalho, pela organização e pelo ótimo perfil de jogadores”.

A avaliação se dá na observação dos fundamentos técnicos e na desenvoltura em campo. Logo após, são incorporados outros quesitos, levando em consideração a formação completa do atleta. O captador regional do CAP na região Carlos Antonio Francisco, mais conhecido por Guni, explicou que os pré-selecionados na peneira passarão por novas avaliações. “Estamos aí para somar e dar oportunidade para os jovens. Os festivais de futebol são os laboratórios, primeiramente eles são observados e depois acompanhados. Esse é o tempo para que cheguem ao Centro de Treinamento realmente preparados”.

(Foto: Assessoria)

COMENTÁRIOS