AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
ALÍVIO

Após medida cautelar do TCE, Sanepar informa suspensão do aumento na conta de água

Relatório de inspetoria do Tribunal diz que reajuste acumulado desde 2017 é maior do que inflação para o período

terça-feira, 14 de maio de 2019 - 07:55:00

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) informou a suspensão do reajuste de 12,13% na conta de água e esgoto, após uma medida cautelar do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR). O comunicado foi feito nessa segunda feira (13 de maio) pela companhia.

Conforme o documento da Sanepar, a medida cautelar foi concedida após uma Comunicação de Irregularidade feita pela Segunda Inspetoria de Controle Externo (2ª ICE) do TCE-PR no dia 6 de maio.

No relatório, a 2ª ICE afirmou que o reajuste é uma "aberração travestida de uma teia de números, que visam distribuir lucros aos acionistas".

Ainda no documento, a Inspetoria diz que, desde o reajuste feito em 2017, a Sanepar acumula aumento tarifário de 27,92% enquanto, no mesmo período, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação, foi de 12,06%.

REAJUSTE

O reajuste de 12,13% foi autorizado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná (Agepar) no dia 15 de abril.

A homologação do reajuste ocorreu em uma reunião extraordinária do Conselho Diretor da agência reguladora. O aumento deveria começar a valer a partir desta sexta-feira (17).

Em um comunicado feito aos acionistas, a Sanepar disse que tomará as providências necessárias para restabelecer "seu direito ao alusivo reajuste" autorizado pela Agepar.

COMENTÁRIOS