AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
EM ALERTA

Após macacos serem encontrados mortos no interior de Guarapuava, Secretaria de Saúde reforça importância da vacinação

No município, todas as UBS estão disponibilizando a vacina para a faixa etária entre 9 meses e 59 anos, com exceção da unidade do Feroz

terça-feira, 28 de janeiro de 2020 - 17:00:00

A Secretaria Municipal de Saúde recebeu alerta da Adapar (Agência de Defesa Agropecuária do Paraná) sobre a presença de macacos mortos em uma localidade no interior do município. No local, a equipe da Vigilância Sanitária encontrou cinco macacos em óbito, que foram recolhidos e levados para análise na Universidade Federal do Paraná (UFPR ).

A febre amarela silvestre é uma doença infecciosa febril aguda causada pelo vírus da febre amarela. Ela é transmitida por mosquitos do gênero Haemagogos a pessoas não vacinadas que entram em áreas rurais, matas, rios, parques, reservas ou localidades que já tenham casos confirmados da doença. A forma urbana da doença é quando ocorre transmissão pelo mosquito Aedes aegypti. Os macacos não são transmissores da febre amarela, mas geralmente são os primeiros atingidos quando há presença do vírus, indicando que a região precisa de atenção redobrada. “O Estado monitora os macacos e sempre que é notificado sobre a morte de alguma espécie são coletadas amostras para que seja identificado se na região há circulação do vírus”, alertou o enfermeiro do departamento de epidemiologia da 5ª Regional, Tiago Kanarek Santos.

Ainda aguardando o resultado das análises, a Secretaria Municipal de Saúde reforça o chamado para vacinação. “Neste ano, há reforço da vacina para crianças de 4 a 7 anos de idade. Para pessoas com mais de 7 anos, a dose da vacina é única. Quem nunca tomou, deve procurar um posto de saúde e realizar a prevenção”, finalizou Tiago.

No município, todas as  Unidades Básicas de Saúde (UBS) estão disponibilizando a vacina para a faixa etária entre 9 meses e 59 anos, com exceção da unidade do Feroz. Para se imunizar é necessário apresentar a carteira de vacinação, cartão do SUS e um documento com foto. As unidades de Pronto Atendimento do Batel, Primavera, e Trianon não realizam a vacina. Após a leitura da caderneta, será verificada a necessidade de aplicação da dose.

COMENTÁRIOS