AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
REGIONAL

Torneio de Judô reúne centenas de atletas paranaenses no Ginásio Joaquim Prestes

Os judocas, de 4 a 50 anos, competiram acirradamente em dez categoria

segunda-feira, 12 de novembro de 2018 - 14:20:00

O sábado (10 de novembro) foi animado em Guarapuava para quem gosta de esportes, com o Torneio Regional de Judô – 2º Semestre de 2018. Promovido pela Delegacia da Região Centro-Sul de Judô do Paraná, com apoio da FPRJ (Federação Paranaense de Judô) e Prefeitura de Guarapuava, o evento reuniu 450 atletas de Curitiba, Ponta Grossa, Laranjeiras do Sul, Pato Branco e outras cidades, além de uma equipe da Argentina. "Guarapuava possui estrutura física e técnica para grandes eventos nas mais diversas modalidades, como o judô. Ficamos felizes em receber tantos atletas para um competição desse porte, que também movimenta a cidade e o comércio", avaliou o prefeito Cesar Silvestri Filho.

Os judocas, de 4 a 50 anos, competiram acirradamente em dez categorias. "A Secretaria de Esportes e Recreação trabalha em prol do esporte, seja no desenvolvimento de projetos locais, auxílio aos atletas, como também realização e apoio de grandes eventos. O judô é uma modalidade muito forte em Guarapuava e temos que mostrar nossos talentos para o Paraná e o Brasil", afirmou o secretário de Esportes e Recreação, Pablo de Almeida.

De acordo com o delegado regional da Federação Paranaense de Judô da Região Centro-Sul, Milton Roseira Junior, cerca de 2.000 pessoas prestigiaram as disputas no Ginásio Joaquim Prestes. "Ver tantos atletas reunidos é motivo de orgulho. Temos aqui crianças e adultos, todos ensinando e aprendendo com a outra", disse Milton. Comandada pelo sensei Gabriel Beron, a equipe argentina disputou nas categorias 2005, 2006, 2009 e Sênior. "Nossa equipe gostou de participar do torneio. Nos sentimos acolhidos. Todos são muito receptivos", comentou o sensei.

"O objetivo do torneio é a confraternização dos judocas, dando a oportunidade de muitos atletas terem contato com sua primeira competição. Também ajuda os professores menos experientes a arbitrarem e conhecerem melhor o funcionamento das regras. Todos que estão aqui na organização são voluntários", informou Renato Assunção, que auxiliou na arbitragem do torneio.

Pedro Paulo Jorge Palaci, 11 anos, veio de Ponta Grossa para competir na categoria Sub 13. Na arquibancada, ele tinha o apoio dos pais orgulhosos. "É inexplicável a sensação de ver meu filho disputando. Sinto muito orgulho de vê-lo envolvido com um esporte que contribui para a disciplina e ajuda na socialização", fala o pai de Pedro, Adair Palaci. 

COMENTÁRIOS