AgronegóciosCafé DiárioEducaçãoEsportesGeralPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaTrânsitoVapt-VuptVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
PINHÃO

Fundepar inicia processo para compra da estrutura do CEEBJA

Com a compra da estrutura pelo Estado, avaliada em R$ 1,3 milhão, será possível trabalhar as principais demandas do colégio

terça-feira, 30 de maio de 2017

A Fundepar autorizou nesta terça-feira (30) o início do processo para a compra do prédio e terreno do CEEBJA de Pinhão, que funciona em uma estrutura alugada há 16 anos.

“Há 12 anos que a gente vem pedindo isso, pois não podemos pleitear melhorias com recursos do Estado, uma vez que estamos em um local alugado”, disse o diretor de centro, Cláudio Marcos Francesconi.

O CEEBJA de Pinhão possui cerca de 550 alunos, entre a sede e as APDs (Ações Pedagógicas Descentralizadas), que funcionam em localidades rurais. Mas a maior concentração de alunos se dá mesmo na estrutura da sede, com aproximadamente 400 estudantes, nos três turnos.

Com a compra da estrutura pelo Estado, avaliada em R$ 1,3 milhão, será possível trabalhar as principais demandas do colégio, que hoje são as construções de banheiros com acessibilidade, quadra coberta e refeitório. “A nossa cozinha, por exemplo, foi construída com a ajuda da comunidade”, argumentou o diretor Claudio.

Quem interveio junto à Fundepar foi o secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, deputado Artagão Júnior, que visitou o CEEBJA no último dia 17.

“Após a visita ao CEEBJA, quando conhecemos melhor o prédio e ouvimos as principais demandas do diretor Claudio, professores e alunos, eu agendei uma reunião com o presidente da Fundepar, Victor Hugo Dantas. E, para a nossa alegria, a autorização processual para a compra do terreno foi confirmada.

Desta forma, poderemos intervir diretamente para que o Estado libere os recursos necessários e que possamos promover as melhorias que realmente são necessárias”, explicou Artagão Júnior.

 

 

COMENTÁRIOS