AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
ALERTA

Número de mortes por gripe no Paraná sobe para 34 em 2018, diz Sesa

Mais sete óbitos pela doença foram registrados em uma semana

quarta-feira, 27 de junho de 2018 - 17:00:00

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) confirmou mais sete mortes por gripe no Paraná, em uma semana. Segundo o boletim epidemiológico, divulgado nessa terça feira (26 de junho), o estado já registra 34 óbitos pela doença.

No balanço anterior, divulgado no dia 20 de junho, haviam sido registrados 27 óbitos. Desde o início do ano, o estado também soma 268 internações em razão da doença, há uma semana eram 57 internações a menos.

Os municípios que tiveram mortes confirmadas pelo novo boletim são Curitiba, com dois novos óbitos, Foz do Iguaçu, no oeste, Goioerê, no noroeste, Londrina, Maringá e Sarandi, na região norte, ambos com uma nova morte.

Conforme a Sesa, entre as 34 mortes por gripe no Paraná, 28 (82%) apresentaram pelo menos um fator de risco para complicação da doença - maiores de 60 anos, doença cardiovascular e diabetes, por exemplo - e sete (20%) haviam sido vacinados.

Confira a lista de municípios com mortes por gripe neste ano:

- Curitiba - 7
- Foz do Iguaçu - 5
- Colorado - 2
- Londrina - 2
- Almirante Tamandaré - 1
- Ampére - 1
- Astorga - 1
- Cafezal do Sul - 1
- Cascavel - 1
- Coronel Vivida - 1
- Goioerê - 1
- Guarapuava - 1
- Ibiporã - 1
- Maringá - 1
- Matelândia - 1
- Pinhais - 1
- Planalto - 1
- São Mateus do Sul -1
- Santa Izabel d'Oeste - 1
- Santa Terezinha de Itaipu - 1
- Sarandi - 1
- Toledo - 1

CAMPANHA

Devido a baixa procura do público-alvo da campanha nacional de imunização, o estado disponilizou as doses que sobraram para toda a população. A medida é válida para todos os 399 municípios do estado e as doses são aplicadas gratuitamente.

Foram disponibilizadas cerca de 370 mil doses que sobraram da campanha de imunização voltada aos grupos prioritários, encerrada na sexta-feira (22) depois de ter sido prorrogada três vezes.

(Com G1)

COMENTÁRIOS