AgronegóciosEducaçãoEsportesGeralPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos

PSG é imprescindível para Neymar?

por: Márcio Nei dos Santos

terça-feira, 25 de julho de 2017

O maior jogador do futebol brasileiro na atualidade, o atacante Neymar, está nos holofotes desde a Semana passada, com muita especulação sobre seu futuro: se continua defendendo as cores do Barcelona ou se concretiza uma transferência para o Paris Saint Germain. Para garantir a transferência, os franceses estariam dispostos a pagar a multa de € 222 milhões (R$ 807 milhões) e estariam oferecendo ao craque um salário de € 30 milhões (R$ 109,5 mi) por temporada, quase o dobro do que Neymar recebe atualmente na Espanha.

Além disso, jogar no PSG significaria ao atacante brasileiro ser o protagonista de uma grande equipe europeia. Já que, se seguir no Barcelona, dificilmente Neymar deixaria de estar à sombra de Messi. Muitos defende a tese de que, se tornando o grande nome do time parisiense, Neymar estaria mais perto da conquista da Bola de Ouro. Mas será que isso procede?

É bem verdade que o craque ficaria em evidência, como grande nome do PSG, mas, por outro lado, estaria em uma liga considerada inferior à espanhola. Assim, para alcançar a Bola de Ouro, seria imprescindível conquistar a Champions League ou, ao menos, fazer uma campanha fora de série na principal competição da Europa, em 2018. Seria um feito fantástico, visto que o time francês, nas últimas temporadas, tem sido eliminado na fase dos mata-matas, sem nunca chegar à uma final (a melhor campanha do PSG foi ter chegado a uma semifinal, em 1994/95).

No Barcelona, por outro lado, chegar a este título parece ser mais possível. Não só pela qualidade do elenco, mas pela tradição do clube, que costuma fazer diferença nas fases decisivas da Champions. Além disso, mesmo com o PSG tendo um estilo de jogo do próximo ao do Barcelona (esquema 4-3-3), poderia ser arriscado buscar uma nova adaptação em vez de seguir em um modelo que, apesar de não ter resultado em título espanhol ou da Champions, vem dando certo (é bom lembrar que o Barcelona foi campeão da última Copa do Rei).

Além disso, Neymar tem um grande trunfo, que é a Copa do Mundo da Rússia. Pela Seleção Brasileira, o atacante é o protagonista e, depois que o técnico Tite de uma "nova cara" ao time, o título parece bem possível. O que não se pode dizer dos times de Messi (Argentina) e Cristiano Ronaldo (Portugal), pelo menos neste momento. Ou seja, caso o Brasil seja campeão na Rússia, com Neymar.

 

COMENTÁRIOS





Clique Esporte

Márcio Nei dos Santos

Graduado em Comunicação Social (Publicidade e Propaganda), atua como fotógrafo e repórter esportivo. Desde 2009, é redator do blog Clique Esporte.