AgronegóciosEducaçãoEsportesGeralPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos

Voa Gaivota

por: Flávia Maria Batista

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Psiu! Ei!
Limpe essas lágrimas amargas que agora brotam dos seus olhos.
Não pense no motivo que as fazem cair.
Abra a janela e deixe o sol esquentar o seu rosto. Feche os olhos e voe.
Eu sinto que algumas pessoas estão ferindo suas iluminadas asas.
Mas eu sei, suas asas são tão grandes!
Gigantes como você!
Reaja! Reaja!

Uma gaivota em pleno voo não pensa em desistir de buscar o paraíso.
Tempestades virão, cansaço, sede, frio e fome virão.
Mas gaivota...
Quando você não aguentar mais, voe só por mais um metro.
E logo verá o paraíso se aproximando.
Então poderá chorar.
Chorar de alegria, chorar de emoção, chorar porque você venceu, porque finalmente você é livre, por completo.
Lá estará seu paraíso.

E se você prestar atenção e olhar para os lados, gaivota, verá que durante todo o tempo mais duas gaivotas voaram ao seu lado.
Elas também sentiram cansaço, frio, fome, sede e apesar de tudo isso elas ficaram ali sem hesitação. Elas ficarão para sempre ao seu lado.
Porque elas desejam o mesmo paraíso que você e mesmo voando contra o vento, elas continuarão voando, pois possuem fé, não podem voltar atrás porque nada são sem as outras.
Quer saber quem são as duas gaivotas que voam e voarão ao seu lado para sempre?
Deus e eu!

Porque essas duas gaivotas não vivem sozinhas, elas precisam de você, são fortes e te amam.
Porque essas duas gaivotas não vivem sem você!
E quando uma se cansa logo outra gaivota toma a dianteira, mostrando o caminho.
E agora que você está cansada demais para acreditar, estamos nós, gaivotas amigas, guiando você, com todo o amor que possuímos.

O caminho pode ser longo e difícil, mas somos gaivotas em busca do paraíso.
E teremos uma a outra, sempre, eternamente.
E assim seguiremos sorrindo e chorando, cuidando das feridas e acalentando uma a outra.
E a vitória virá, acredite!
Apesar de todas as tempestades, de qualquer contratempo, o sol brilhará e o firmamento se abrirá para nós.
(Flávia Maria Batista)

"A amizade é o conforto indescritível de nos sentirmos seguros com uma pessoa, sem ser preciso pesar o que se pensa, nem medir o que se diz."
(George Eliot)

 

COMENTÁRIOS





Desenvolvimento Pessoal e Autoconhecimento

Flávia Maria Batista

Graduada em Letras pela UNICENTRO e Especialista em Língua Portuguesa e Literatura pela UNIVALE. É professora e terapeuta