AgronegóciosCafé DiárioEducaçãoEsportesGeralPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaTrânsitoVapt-VuptVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
PEDIDO AO GOVERNADOR

Unicentro pede contratação de professores em reunião com governador

Outro assunto abordado na reunião foi a nomeação dos aprovados em concurso público

quinta-feira, 23 de março de 2017

Os reitores das sete universidades estaduais paranaenses – acompanhados do secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti), João Carlos Gomes, e do presidente da Fundação Araucária, Paulo Brofman – foram recebidos pelo governador do Estado, Beto Richa, nessa terça-feira (21). A audiência, realizada no gabinete do governador, em Curitiba, teve como objetivo apresentar a argumentação das instituições de ensino superior para a necessidade urgente de nomeação dos professores já aprovados em concurso público e da contratação de docentes temporários.

O reitor da Unicentro (Universidade Estadual do Centro-Oeste), professor Aldo Nelson Bona, estava presente e contou ter utilizado o exemplo da Universidade em vários momentos na tentativa de convencer o governador. “Citei a Unicentro para lembrar que já iniciamos o período letivo de 2017 e que temos uma grande carga horária em aberto, que necessita de autorização para a contratação de professores em regime especial. Assim, reforcei o pedido de que esse assunto seja resolvido imediatamente, que a autorização seja dada imediatamente”. Ainda segundo o reitor da Unicentro, após a argumentação, Beto Richa respondeu que amanhã (quinta-feira, 23) haverá uma reunião da Comissão de Política Salarial, que deverá decidir encaminhamento a ser dado ao problema.

Outro assunto abordado na reunião, contou Aldo, foi a nomeação dos aprovados em concurso público. Mais uma vez, ele tomou a palavra para exemplificar com a situação da Unicentro. “Foi claramente posto ao governador que nós temos uma demanda de muito tempo de espera para essa nomeação. Lembrei que estamos precisando contratar temporários para ocupar essas vagas e destaquei que os professores que entraram na justiça têm recebido decisão favorável, determinando a nomeação pelo governo do Estado”.

Beto Richa concordou que é melhor que a iniciativa das nomeações seja do governo do estado do que ter que realizá-las a partir de determinação judicial. Ele afirmou que encaminhará providências a esse respeito. Na tentativa de forçar a assinatura das contratações, os reitores conversaram, na sequência, o secretário João Carlos, para que ele dê andamento aos processos. “Como todos os processos de nomeação estão na Seti, por determinação da Secretaria de Fazenda, o secretário da Seti dê andamento a esses processos para que o mais rapidamente possível nós possamos ter a nomeação”, relatou Bona. O reitor da Unicentro afirmou, porém, que não houve nenhuma afirmação contundente de que os aprovados em concurso público serão nomeados, o governador apenas disse que tomaria providências a esse respeito, mas não definiu o que seria feito.

COMENTÁRIOS