AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVagas de EmpregoVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
CRESCIMENTO

Nova empresa se instala em Candói e gera 12 empregos diretos

O processo de recrutamento será feito via agencia do trabalhador, e que as seleções já iniciaram e vão até o dia 21 de setembro

sexta-feira, 14 de setembro de 2018 - 09:37:00

Na tarde dessa quinta feira (13 de setembro), o prefeito Gelson Costa recebeu a visita do responsável pela instalação da empresa Quero Quero - Casa Construção e Eletrodomésticos em Candói, Gerson Benedito Palioto que falou um pouco sobre o processo de recrutamento para as vagas da empresa, assim como os serviços que serão ofertados.

A empresa possui cerca de 51 anos no marcado e atualmente a Quero-Quero se tornou um dos mais sólidos e preparados grupos de varejo na região sul do país empregando mais de 4.000 funcionários, entre as mais de 260 lojas da Rede, agora uma filial se instala em nosso município gerando emprego, renda, e incentivando o crescimento da nossa região.

“Estamos muito contentes com a vinda da empresa, pois, significa que Candói é um município em expansão e que merece ser investido”, disse o prefeito.

Gerson, explicou que o processo de recrutamento será feito via agencia do trabalhador, e que as seleções já iniciaram e vão até o dia 21 de setembro.

Vagas disponíveis:
- Coordenador Administrativo;
- Estoquista;
- Caixa;
- Consultores de Venda;
- Servente de Limpeza;
- Auxiliar de Estoque;

Requisitos básicos:
Para preencher as vagas é necessário ter no mínimo ensino médio, ou estar cursando, residir em Candói, e ter disponibilidade para trabalhar em horário comercial.
Há vagas para menor aprendiz e pessoas que possuem deficiências. É necessário levar um currículo com foto na agência do trabalhador juntamente com a carteira de trabalho.

A previsão de início do funcionamento da loja está marcada para dezembro, e as instalações serão na rua Gervásio Hitochi Dói, na antiga Soberana, em frente ao antigo Sicredi. 

Mais informações pelo telefone: 42 3638-1813.

COMENTÁRIOS