AgronegóciosEducaçãoEsportesGeralPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
ASSALTO

Ladrões erram ônibus e pedem desculpas antes de assaltar as vítimas

Foram levados dos 13 passageiros dinheiro e pertences pessoaias

sexta-feira, 13 de abril de 2018

Ladrões erraram o alvo ao assaltar um ônibus  de turismo na  BR-373, em Guamiranga, na madrugada dessa quinta feira (12). Ao abordar o veículo, os assaltantes que estavam em um veículo VW/Golf perceberam que tinham invadido o ônibus errado e pediram desculpas aos passageiros, mas mesmo assim roubaram dinheiro e pertences das vítimas. 

De acordo com o motorista, o ônibus foi abordado na “Curva do Tigre”, que fica entre os municípios de Imbituva e Guamiranga. Os ladrões efetuaram disparos de arma de fogo para que o veículo parasse e logo em seguida as vítimas foram rendidas. O ônibus fazia a linha Rio de Janeiro/Foz do Iguaçu. 

Segundo informações das vítimas repassadas para a Polícia Militar, eram quatro assaltantes e todos estavam com os rostos cobertos. Ainda segundo os passageiros, os ladrões pareciam ter pouca idade e estavam "tremendo”, pela forma como agiram. Treze pessoas ocupavam o ônibus no momento do crime.

O motorista do ônibus relatou ainda que após os assaltantes levarem os pertences dos passageiros, um veículo de cor preta, provavelmente um Gol ou Golf, saiu em alta velocidade no sentido Guamiranga. Imediatamente, equipes da polícia realizaram bloqueio no trevo  da cidade afim de pegar os suspeitos, sendo que em determinado momento um veículo Golf suspeito desobedeceu a ordem de abordagem, fugindo em direção a Prudentópolis. 

Os policiais iniciaram acompanhamento tático e próximo a uma localidade que fica às margens da rodovia, o veículo reduziu a velocidade e um dos suspeitos atirou contra a PM, sendo necessário que a polícia revidasse os tiros. Ninguém se feriu durante a ação. Logo após a troca de tiros, os suspeitos fugiram. Outras equipes foram acionada para prestar apoio, porém ninguém foi localizado. O caso está sendo investigado pela polícia de Imbituva.  

  

COMENTÁRIOS