AgronegóciosEducaçãoEsportesGeralPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
PROPAGANDA X REALIDADE

O governo Richa e as estradas

O governo Richa chega ao cúmulo de realizar acordos com as concessionárias de pedágio para a duplicação de trechos. Os paranaenses pagam as maiores taxas de pedágio do Brasil há mais de 20 anos.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Por Ruth Bolognese - site contraponto

O relatório da Confederação Nacional do Transporte (CNT) sobre a situação das estradas brasileiras faz o governo Beto Richa passar vergonha. Prova, com base em pesquisas, que 60% das nossas rodovias são péssimas. E entre os quase 20 mil quilômetros pavimentados, o trecho entre Cascavel e Barracão está entre os 10 piores de todo o Brasil.

Os dados são vergonhosos para o governo porque:

Na propaganda oficial:

1) O governo Richa se jacta de realizar o maior programa de duplicação de rodovias dos últimos 25 anos no Paraná;

2) O governo Richa diz de ter investido R$ 2 bilhões desde 2011 nessas duplicaçõe;

3) O irmão do governador, o suave Pepe Richa, foi colocado no cargo de secretário de Infraestrutura justamente para realizar investimentos no setor de transportes.

Na realidade:

1) Até agora, quase 7 anos de Governo, a duplicação da mortal PR-323, entre Maringá e Francisco Alves, que corta o Noroeste do Estado, é um sonho de noite de verão;

2) O trecho entre Barracão e Cascavel foi apontado pelo relatório da CNT entre os 10 piores do Brasil para trafegar;

3) O governo Richa chega ao cúmulo de realizar acordos com as concessionárias de pedágio para a duplicação de trechos – como fez em Guarapuava com a Ecocataratas – quando está explícito nos contratos que são elas as únicas responsáveis por essas obras, mas quem paga são os usuários e não o governo;

4) Os paranaenses pagam as maiores taxas de pedágio do Brasil há mais de 20 anos.

 

COMENTÁRIOS





agora na capa

PROPAGANDA X REALIDADEO governo Richa e as estradas