AgronegóciosEducaçãoEsportesGeralPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
OITO ANOS DE ESPERA

Decisão de Gilmar Mendes leva Carli Filho a Juri Popular

Advogado da família Yared vai entrar com um requerimento para que o julgamento seja marcado. A defesa do ex-deputado comentou que ainda resta recurso no caso.

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Gilmar Mendes nega recurso da defesa do ex deputado Carli Filho, a decisão foi tomada ontem, terça feira por decisão unânime do STF (Supremo Tribunal Federal), com isso o ex deputado irá a júri popular, com data ainda a ser definida.

Advogado da família Yared vai entrar com um requerimento para que o julgamento seja marcado. A defesa do ex-deputado comentou que ainda resta recurso no caso.

Agora, vencida a burocracia de comunicações oficiais, o Juiz da Segunda Vara do Tribunal do Júri de Curitiba poderá pautar o julgamento, comentou a deputada federal Cristiane Yared, mãe de um dos mortos no acidente.

O acidente aconteceu em maio de 2009, quando dois jovens morreram, conforme pericia Carli Filho estava dirigindo em alta velocidade, atingindo mais de 160 Km por hora.

A expectativa do advogado e da família Yared é que o julgamento seja marcado para os primeiros meses de 2018.

Em seu perfil no facebook a deputada fez um desabafo.
Texto escrito pela deputada Cristiane Yared em seu perfil no facebook:

“Depois de muitos anos, infinitos pedidos protelatórios, tantas artimanhas que arrasaram minha família e impediram de tentar seguir adiante, enfim nesta terça-feira uma notícia nos traz um pouco de esperança. Por decisão do ministro Gilmar Mendes, do STF, o assassino que tirou a vida de meu filho Gilmar Rafael e do amigo dele irá a júri popular.

O STF na relatoria do Ministro Gilmar Mendes recusou por unanimidade o último recurso da defesa de Carli Filho e, hoje, tornou público um documento certificando que transitou em julgado a decisão do TJPR que confirmou a remessa do caso a julgamento pelo júri.
A cada dia, a dor nos arrasava, mas sempre vinha acompanhada da força para transformá-la em luta. Cada lágrima foi transformada em garra, para enfrentar a tristeza.

Foram exatos 8 anos e seis meses de sofrimento e angústia, mas também aprendizados, experiências e conscientização, desde aquela madrugada do dia 07 de maio de 2009, quando o então deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho, com sua Carteira de Motorista suspensa (130 pontos) e depois de ingerir bebida alcoólica, decolou com seu veículo a 173 km/h, em uma das ruas de Curitiba, aterrissando sobre outro veículo e causando as mortes.

O Ministério Público, em 26/8/2009, ofereceu denúncia criminal contra Carli Filho por duplo homicídio doloso eventual perante a Segunda Vara do Júri de Curitiba que, depois de várias audiências, entendeu por mandar o caso a julgamento popular.
Com a decisão final tomada nesta terça-feira, renascem as esperanças sobre a justiça dos homens. Queremos e lutamos para que ela seja definitivamente cumprida. Porque, sem dúvida alguma, a Justiça de Deus, essa ninguém nunca conseguirá protelar.”

 

 

COMENTÁRIOS