AgronegóciosEducaçãoEsportesGeralPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
FORA DE CASA

Batel perde para o Operário e cai para terceiro na classificação

Equipe guarapuavana foi batida neste sábado (07) por 2 x 0, em Ponta Grossa

sábado, 7 de abril de 2018

A equipe do Batel de Guarapuava foi derrotada por 2 x 0 neste sábado (07) pelo Operário de Guarapuava. Com e derrota, a equipe guarapuavana cai para a terceira colocação na tabela da Segundona do Campeonato Paranaense de Futebol, com um ponto em duas partidas. Já o Operário é o líder isolado do Grupo A, com duas vitórias, somando seis pontos.

O Batel volta a campo no próximo dia 15 de abril, às 15h30, enfrentando o Iraty, na cidade de Irati.

A PARTIDA DESTE SÁBADO (07)

Não deu nem tempo de respirar. No primeiro lance ofensivo, logo aos dois minutos, o Operário abriu o placar. Cleyton cobrou falta na área e Sosa apareceu livre para marcar de cabeça.

O gol cedo deu brecha para o Fantasma diminuir a intensidade no campo de ataque e controlar a partida em Vila Oficinas. Mesmo sem lances envolventes, a equipe alvinegra dominava a posse de bola e pouco tomava sustos.

Tanto que o segundo gol do Operário saiu em um lance despretensioso aos 26 minutos. Cleyton arriscou de fora da área e o goleiro Doni, que tentou encaixar no meio da meta, soltou a bola no fundo do gol. Um legítimo frango no Germano Krüger.

Com a vantagem, o time comandado por Gerson Gusmão se soltou. Robinho teve três oportunidades em sequência. A primeira em cobrança de falta na meia-lua; a segunda após passe de Cleyton na grande área; e a terceira depois de Schumacher escorar e o camisa 10 tentar um toque sutil para o gol.  

2º tempo

A partida voltou do intervalo mais morna. No lado dos donos da casa, Alisson, de cabeça, foi o primeiro a assustar a meta adversária. Já para os visitantes, Davidson Imperador desviou lançamento na área, mas Simão fez a defesa com tranquilidade.

Quem esquentou de fato o jogo foi o atacante Russo, do Batel. O jogador reclamou acintosamente com o árbitro Marcelo Sales Corrêa e recebeu o cartão amarelo. Não satisfeito, ele seguiu falando com o árbitro até ser expulso de campo.

Com o jogo controlado, o técnico Gerson Gusmão passou a mexer na equipe. O meia Athos entrou na vaga de Lucas Batatinha, enquanto Robinho e Peixoto deixaram o campo para as entradas de Gil Paraíba e Raphael Soares, respectivamente.

As substituições deram novo fôlego ao Fantasma, mas efetivamente a equipe finalizou pouco ao gol de Doni. Aos 39, Jean Carlo cobrou falta, mas a bola passou por cima.

FICHA TÉCNICA

Operário: Simão; Danilo Baia, Alisson, Sosa e Peixoto (Raphael Soares); Índio, Jean Carlo e Robinho (Gil Paraíba); Lucas Batatinha (Athos), Cleyton e Schumacher. Técnico: Gerson Gusmão

Batel: Doni; Josimar, Dipão, Gustavo e Matheus do Ó; Anderson, Dan e Ricardinho (Luan); Cristian Roque (Rafael Lucas), Davidson Imperador e Russo. Técnico: Marcelo do Ó

Data/Horário: 07/04/2018 (sábado), às 18h30

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa

Público pagante: 2.223 pessoas

Público total: 2.441 pessoas

Renda: R$ 49.645,00

Árbitro: Marcelo Sales Corrêa

Assistentes: Marco Antônio dos Santos Pepe e Tom Gomes Rocha

COMENTÁRIOS