AgronegóciosEducaçãoEsportesGeralPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
CASO ENCERRADO

Polícia prende segurança suspeito de atirar em homem durante festa de igreja em Irati

Prisão ocorreu durante operação, na manhã desta quinta-feira (5); crime foi no dia 24 de setembro.

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Por G1 Paraná

Polícia Civil prendeu, na manhã desta quinta-feira (5), o segurança suspeito de atirar em um homem no estacionamento de uma festa de igreja no distrito de Gonçalves Júnior, em Irati, na região central do Paraná. O crime foi no dia 24 de setembro.

A prisão ocorreu durante a Operação Securus. Os policiais civis, mediante mandados de busca e apreensão, prenderam o segurança na casa dele. Nela, também apreenderam um revólver e munição intecta.

A polícia também cumpriu um mandado de busca e apreensão na empresa de segurança privada para a qual ele trabalhava.

Segundo o delegado Paulo Cesar Ribeiro, a empresa funcionava de maneira ilegal por não possuir autorização da Polícia Federal (PF). Ainda de acordo com o delegado, para realizar o serviço de escolta, a empresa precisaria da permissão expedida pelo órgão.

A Polícia Civil chegou até o suspeito após identificá-lo atirando na vítima em um vídeo que viralizou nas redes sociais. 

Além de responder por tentativa de homicídio, o segurança também foi autuado por posse ilegal de arma de fogo.

Ele presta depoimento nesta manhã, na delegacia de Polícia Civil de Irati, onde deve ficar preso. A principal suspeita é de que a briga tenha começado por causa do som alto que vinha do carro da vítima, que permanece internada na Santa Casa.

COMENTÁRIOS