AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos
DESMATAMENTO

Desmate ambiental é encontrado pela Polícia Ambiental na região de Guarapuava

Ocorrências foram registradas nos municípios de Turvo e Candói

terça-feira, 3 de julho de 2018 - 13:00:00

O Batalhão de Polícia Ambiental em atendimento a denúncias de desmatamento encontrou áreas desmatadas na cidades de Turvo e Candói. 

Em Turvo a equipe policial do posto de Guarapuava, foi até o local da denúncia, que fica na área rural em Ilha Bandeiras, em contato com o capataz da fazenda, objeto da denúncia, que relatou que teria sido cortado quatro pinheiros em meio a plantação de pinus os quais teriam sido desdobrados com motosserra e as madeiras estariam estocadas na sede da fazenda.

A equipe juntamente com o capataz realizou vistoria na fazenda onde foi possível constatar o corte de 04 (quatro) Pinheiros (Araucária Angustifólia), ambas em pontos distintos e em meio a plantação de pinus, os cortes se deram fora de área de preservação permanente, também foi encontrado na sede da fazenda o armazenamento de madeiras de Araucária beneficiadas com motosserra, 42 Caibros com medidas 4,60mX0,10mX0,05m totalizando 0,96m³, 25 Caibros com medidas 3,5mX0,10mX0,05m totalizando 0,43m³ e 300 Tábuas com comprimento de 3 metros e medidas de largura e espessura variadas as quais totalizaram 6,75 m³.

O capataz não soube informar se há autorização para o corte e informou o nome do proprietário da fazenda, o qual se encontra no Mato Grosso. Como no ato da fiscalização não foi apresentado autorização para os cortes nem tão pouco o documento de origem florestal (DOF e Nota Fiscal) das madeiras beneficiadas armazenadas, que foram apreendidas e deixadas depositadas na propriedade objeto da denúncia sob responsabilidade do capataz e do proprietário até decisão da autoridade competente.

De acordo com a polícia, será encaminhado Ofício à Delegacia de Polícia Civil de Guarapuava e ao IAP para as medidas cabíveis.

Já no município de Candói os policiais do posto de polícia de Segredo localizaram na localidade de Lagoa Seca, uma área total de 2,69 hectare  de vegetação nativa em estágio médio de regeneração do bioma mata atlântica mediante supressão, constatado no local as seguintes espécies: vassourao branco “vernonanthura discolor”, bracatinga “mimosa scabrella” e canela guaica “ocotea puberula”.  

Segundo os policiais, não foi possível mensurar a quantidade de material lenhoso proveniente do dano devido a este estar amontoado e entrelaçado. Indagado o proprietário se possui autorização pelo órgão ambiental competente, disse não possuir, motivo pelo qual foram encaminhados ofícios à Delegacia de Polícia Civil em Guarapuava e para o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) em Guarapuava para os procedimentos cabíveis.

(Fotos: Polícia Ambiental)

COMENTÁRIOS