AgronegóciosEducaçãoEsporte e LazerGeralObituárioPolíticaRegiãoSaúdeSegurançaVariedades
ColunistasVídeosÚltimasGaleria de Fotos

Brasileiro apoia greve, mas ama mesmo é gasolina

por: Rogério Thomas

sábado, 2 de junho de 2018 - 14:56:00

Quando eu ainda era estudante de jornalismo, lá pelos ido de 1990, o então presidente Collor de Mello fazia cortes diários na economia do brasileiro. Em um de seus cortes, ele tributou muito o cacau, e houve a falta de chocolate. Bastou as redes de TV (na época não havia internet) anunciarem que haveria falta de chocolate, e ele acabou mesmo, em poucas horas.

Foi nessa época que eu entendi o domínio do governo sobre os brasileiros. Um amigo meu, que dividia a república, era diabético, mas comprou bolas de caixas de chocolate, “porque vai faltar”.

E assim somos nós! Vai faltar? Vamos armazenar! Vamos fazer filas, vamos comprar, vamos nos preparar para a falta, não importa o quanto tenhamos que ficar nas filas ou demorar para comprar, pois vai faltar. E faltar, não pode!

Isso se chama manobra de massa. Toda vez que um produto encalha, seja qual for o produto, basta anunciar que vai faltar, que ele desencalha.

Essa introdução serviu apenas para apontar o caso da greve dos caminhoneiros. Eles (os caminhoneiros) venceram, foram persistentes, organizados, eficientes. No Paraná não houve tumulto, briga ou violência. Foi uma greve silenciosa, de apenas cruzar os braços. E deu resultado!

Foi lindo de ver o apoio dos brasileiros à greve. Carros pintados, bandeiras, posts e mais posts de “Eu apoio a greve” nas redes sociais.  Mas bastou falar que tem gasolina à venda, que se foi o apoio. Filas e mais filas, com carros com as escritas de apoio ao movimento, com pessoas que defendiam com unhas e dentes o manifesto. Agora, defendiam com unhas e dentes a luta pela gasolina no seu carro. E assim, terminou a greve.

Brasileiro apoia a greve, mas mesmo é gasolina!

COMENTÁRIOS





Somos todos filhos do mesmo Deus!

Rogério Thomas

Formado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) em Comunicação Social - Bacharelado em Jornalismo. Já correu esse mundão de Deus, mas ainda não viu de tudo.